Adultos com autonomia, disciplina e independência certamente tiveram uma educação responsável – e é sobre isso que falaremos neste post.

Para que seus filhos cresçam capazes de assumir as responsabilidades da vida, você pode envolve-los em tarefas domésticas bem simples.

Trouxemos cinco exemplos para você ter ideia:

1. Desenvolver habilidades motoras

Forrar a cama, arrumar os brinquedos e colocar os pratos na mesa são excelentes exercícios para estimular o equilíbrio e a coordenação motora das crianças.

2. Estimular a capacidade de colaboração

Se a criança sente que é responsável pelas tarefas de casa, ela vai se sentir parte da equipe, que é a família.

Esse sentimento é muito importante para o desenvolvimento da criança e, com certeza, ela aprenderá a colaborar com todos.

3. Promover a autoconfiança

Se você mostra que confia no seu filho para levar os copos até a mesa, arrumar a sala ou forrar a cama, ele se sentirá valorizado.

Uma simples atitude aumenta a autoestima da criança.

4. Potencializar o senso de organização

Crianças que ajudam os pais a manter a casa limpa e arrumada são mais organizadas.

Esse benefício não só oferece vantagens para a família, como também para a criança, no ambiente escolar ou profissional.

Além disso, quem não quer estar na companhia de uma pessoa organizada?
 
5. Promover os bons hábitos

Quando a criança mantém uma rotina de organização, ela se torna mais segura e feliz.

Além disso, ela levará os bons hábitos para o resto da vida.

Por isso, não há mal algum em incluir seu filho nas atividades domésticas mais simples.

Se você concorda com tudo isso, mas não sabe como começar, não se preocupe!

Tudo o que você precisa é:

- Ensinar a criança como se deve fazer

Antes de pedir ajuda, mostre exatamente como a criança pode fazer – isso evita que seu filho fique frustrado por não conseguir realizar a tarefa.

- Ter paciência

É importante saber que uma criança pode dar o melhor dela, por exemplo, para forrar a cama, mas o resultado não será o mesmo que se fosse feito por um adulto.

Não brigue por causa disso.

O segredo é ensinar pacientemente como aperfeiçoar a tarefa.

Muitos pais acabam gritando e brigando com os filhos por causa de uma tarefa malfeita, isso só provoca baixa autoestima e a sensação de fracasso.

3. Adaptar as responsabilidades à sua idade

Se a criança for muito pequena, é claro que ela não vai conseguir desenvolver qualquer atividade doméstica.

Uma criança de três anos, por exemplo, talvez não consiga se vestir sozinha, mas ela pode guardar os brinquedos numa caixa.

É importante respeitar a idade durante esse processo de incluir seus filhos nas atividades domésticas.

Caso contrário, a experiência pode causar muitas frustrações.

A tabela abaixo orienta bem quais atividades são adequadas para cada idade:

Tabela de atividades domésticas por idade

2-3 anos:

A criança já pode organizar os brinquedos e guardá-los na gaveta.

Além disso, é perfeitamente capaz de comer sozinha, jogar coisas no lixo, regar as plantas e levar as roupas para o quarto.

4-5 anos:

A criança já pode se vestir sozinha, escovar os dentes, colocar a mesa, dar comida ao animal de estimação e passar esponja com sabão nos pratos com a supervisão de um adulto.

6-7 anos:

Com esta idade, uma criança pode arrumar a cama, preparar a bolsa da escola, arrumar o quarto e tirar o pó dos móveis.

8-9 anos:

A criança pode tomar banho sozinha, limpar o chão da casa, cuidar do animal de estimação e preparar pratos simples e o café da manhã com a supervisão de um adulto.

10-11 anos:

É possível arrumar o quarto, limpar o jardim, estender a roupa, passear com o animal de estimação e cuidar do irmão mais novo.

12 anos e mais:

Nesta idade, a criança também pode colocar o lixo para fora, fazer algumas compras simples, lavar os pratos e costurar o botão de uma camisa.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.